Nós Indicamos


Planejamento estratégico: visão renovada sobre consultoria em TI


O sucesso dos projetos de TI, incluindo a implementação de ferramentas da SAP e da Oracle, entre outras, depende em grande parte do trabalho analítico iniciado antes mesmo da sua implantação, de fato. Muitas vezes o mercado não vê, mas um trabalho de consultoria envolvendo o entendimento das necessidades da empresa e a definição do escopo do projeto estão entre as etapas mais importantes de qualquer implementação tecnológica no setor corporativo.

Contudo, o valor estratégico da consultoria de TI nem sempre é reconhecido – seja por uma ênfase excessiva na busca pelo menor preço e melhor negociação comercial, colocando isto acima da qualidade funcional e técnica; ou pela falta de maturidade das empresas que, ao contratarem a implementação de um sistema, não consideram que a nova tecnologia pode exigir também mudanças em pessoas e processos.

Companhias de todo o mundo precisam de parceiros que tragam uma visão renovada sobre o potencial estratégico dos projetos de TI, com o intuito de apresentar – antes mesmo do fechamento do contrato – uma gama completa de detalhes e informações que ajudam a aumentar a aderência da solução ao ambiente de negócios, inclusive justificando a necessidade de mudanças internas, sempre que necessárias.

É importante que a consultoria responsável pelo projeto, em primeiro lugar, compreenda o cenário da empresa através de uma análise atenta considerando a estratégia, processos e pessoas da organização. Somente depois do entendimento do business é que devem começar as discussões acerca da ferramenta tecnológica a ser adotada, sempre da maneira mais alinhada possível com as necessidades da empresa no médio e longo prazo. Isto evita problemas de aderência da solução à gestão dos negócios.

Mas como elevar a discussão a respeito das tecnologias da informação a um status estratégico, e mostrar ao mercado a importância de um parceiro com postura consultiva e não apenas comercial? Para tanto, é fundamental que uma equipe especializada seja designada para pensar, debater e elaborar o projeto. Assim, no momento em que o plano de trabalho e o escopo forem apresentados, a organização passará a compreender – e a valorizar – a importância do trabalho consultivo.

Seguindo essa visão, que vai além de compartilhar um conhecimento abrangente das soluções de tecnologia, torna-se responsabilidade da consultoria entender os negócios da organização e fazer parte de sua evolução, sugerindo adaptações nos processos internos ou promovendo evoluções na ferramenta sempre que necessário. Desta forma, é possível otimizar os investimentos no projeto e identificar o seu melhor rumo, visando alcançar ou até mesmo superar as metas definidas para a TI – e também para os negócios.

Nesse contexto, um trabalho completo de consultoria ajuda a promover a evolução da organização com base em quatro fatores fundamentais: estratégia, pessoas, processos e tecnologia. As pessoas devem estar aptas a executar o trabalho conforme os processos internos estabelecidos - eles ajudam a detectar o que pode atrapalhar ou auxiliar a estratégia da empresa - e a tecnologia ajuda a torná-los mais seguros e precisos, gerando informações que sustentam a estratégia da companhia.

O alinhamento do sistema a ser implementado com os processos da empresa é o que deve nortear o modo como uma ferramenta SAP, por exemplo, será adaptada de forma a garantir a alta aderência e impulsionar o crescimento, em um modelo que foge da comoditização. Em outros casos, porém, é comum que os processos da companhia sejam adaptados para viabilizar a implementação de uma plataforma. O desafio da consultoria, neste caso, é orientar para o potencial das práticas já contempladas na ferramenta.

Com o acúmulo de experiência dos fabricantes de softwares corporativos no cenário brasileiro, e com o crescente volume de empresas nacionais com processos internos bem definidos (como é mais comum nos EUA e na Europa), vem caindo a necessidade pela customização de uma grande parte dos recursos das principais plataformas ERP do mercado. Isto torna o trabalho dos consultores de TI mais estratégico e focado na otimização dos resultados, com menos tempo dedicado a ajustes técnicos na ferramenta e maior esforço sobre a compreensão das reais necessidades da empresa – integrando tais necessidades às tecnologias que podem suportá-las.

Eis o resultado do trabalho consultivo e do amadurecimento do mercado, ajudando a agilizar os projetos de TI, cada vez mais vistos pelas empresas como fator de alta competitividade.

Autor: Sergei André Silva é Gerente de Arquitetura e Soluções SAP da Essence, empresa especializada em Tecnologia da Informação para negócios.
Fonte: BRSA - branding and sales - Twitter: @BRSAbrasil - www.brsa.com.br
Planejamento estratégico: visão renovada sobre consultoria em TI Planejamento estratégico: visão renovada sobre consultoria em TI Reviewed by Empresas S/A on 14:56 Rating: 5

Nenhum comentário: