Nós Indicamos


Hora de REFORMAR a casa


“Reforma” é a palavra de ordem para o mercado nacional. O empresariado precisa de reforma trabalhista. Aos poucos algumas modificações vão acontecendo, mas ainda pesam responsabilidades que poderiam ser divididas entre o profissional e o empresário que o contrata, sem prejuízos para ambos. Garantir uma parceria duradoura e não fictícia, que ajude a empresa a crescer e o seu funcionário a prosperar não é impossível do ponto de vista da legislação. Por enquanto, saem dos cofres privados sem qualquer recompensa do governo, investimentos em treinamentos, capacitação, aulas e cursos, que trazem grandes vantagens ao profissional laureado com esses benefícios, porém, para as empresas, elas só duram enquanto a relação trabalhista estiver vigente entre as duas partes.

A reforma tributária já traz englobado o caráter de urgência. Deveríamos nos referir a ela como a “urgente reforma tributária”. Sim, cabe às empresas investir no mercado interno e crescer, levando toda a cadeia junto consigo. Porém, a evolução poderia ser bem maior e mais rápida, sem os pesados e desmedidos encargos tributários incidentes em toda e qualquer operação comercial, sem proferir os embaraços da falta de infraestrutura nacional.

Enquanto isso a indústria brasileira tenta não sofrer com a inflamação de entrada de dinheiro estrangeiro. Por um lado é bom e importante ver investimentos no país, mas é fundamental que as pessoas entendam a importância e relevância da nossa indústria neste delicado momento. Se os países desenvolvidos focam seus esforços e investimentos em conter uma crise econômica, este é mais do que nunca o momento do Brasil olhar para a sua história, para a sua indústria e “reformar a casa”. Pois quando os de primeiro mundo resolverem seus problemas, voltarão ainda mais fortes e então, vamos nós correr atrás dos nossos entraves políticos, trabalhistas e tributários?

Partindo do princípio que qualquer mudança começa individualmente, a GGD Metals decidiu reformar-se. Em um período de queda na produção fabril nacional e consequente redução da atividade industrial dos setores de base, como a GGD Metals, que comercializa aços e metais sob medida, a empresa resolveu investir o tempo não em esperar ou reclamar, mas em “reformar a casa”. São desde mudanças pequenas, porém fundamentais como pintura, reestruturação de salas, novos caminhões, novas pontes rolantes, enfim, mais de 15mil metros quadrados de “reforma”!

Com isso, acreditamos que com a otimização do tempo, fazemos as “reformas” fundamentais para o bom funcionamento da empresa após a retomada da produção nacional. Assim como o empresariado brasileiro, esperamos que o governo aproveite o tempo e mercado para as tão urgentes reformas, e quando a economia mundial for retomada, estarmos ‘todos’, pronto para a corrida!!

______________________
Autor: André Monteiro, Gerente Geral de Marketing da GGD Metals para América Latina.
Fonte: Floter & Schauff Assessoria de Comunicação - www.flotereschauff.com.br 
Hora de REFORMAR a casa Hora de REFORMAR a casa Reviewed by Empresas S/A on 11:53 Rating: 5

Um comentário:

  1. Ótimas informações, bem válidas para quem tá pensando em mudar a casa. Aproveitei que estou mexendo na casa e passei na Capolavoro, eles me deram umas ideias tão legais para fazer na cozinha, olhem só os projetos http://www.capolavoro.com.br/projetos_cozinhas.php

    ResponderExcluir