Nós Indicamos


Liderando no futuro


Mudou tudo. De novo. Começamos comprando aparelhos e apps, e nos juntamos em redes. Agora nos comunicamos com muitos ao mesmo tempo, e quase não usamos mais o telefone. Ficou diferente a forma de nos relacionarmos com as pessoas, com os afazeres do dia a dia e com a gente mesmo.

Nas empresas, sentimos também esta diferença. Nós, gestores, temos agora de fazer uma escolha:

a) Continuar com os princípios tradicionais, que nortearam as empresas até agora, seguindo as teorias de Weber, McGregor, Drucker e Mintzberg

b) Migrar para princípios alternativos, que parecem mais alinhados com as pessoas e suas transformações

c) Eleger e implementar algumas pequenas mudanças, que convivam com os princípios tradicionais – e torcer por um resultado sensacional – mas sabemos que pode gerar uma grande confusão.

Motivação, Inovação, Informação, Liderança. Quatro pontos – de centenas - que merecem nossa reflexão:

Motivação

Como era…
Motivadores extrínsecos: as pessoas corriam atrás de dinheiro, status, carreira, segurança. Um profissional poderia ficar infeliz em uma empresa por 30 anos, se tivesse um alto salário.

Como está…
Os motivadores intrínsecos estão assumindo maior importância: 
- Tenho orgulho do que faço?
- Estou me sentindo bem aqui?
- Tenho explorado meus talentos nesta empresa?
- Compartilhamos os mesmos valores?
- Me sinto querido pelos colegas?
Estas perguntas começam a ser consideradas relevantes.

Inovação

Como era…
Investimentos altos em pesquisa, para lançamento de novos produtos

Como está…
- As organizações já começam a dar importância para plataformas de crowdsourcing, como Innocentive, ou para o conceito de Colaboração para a Inovação.
- Não falamos de Inovação do produto ou serviço apenas, mas principalmente na FORMA como vamos gerir a cadeia de valor, os processos, as pessoas. Estará no jeito que trabalhamos.
- Já foram identificados alguns dos assassinos da inovação: excesso de processos, gente poderosa que não acolhe o novo, expectativas de curto prazo dos acionistas - para mencionar apenas três.

Informação

Como era…
Difícil acesso à informação, big data limitado e desatualizado
Como está…
-Excesso de informação, incapacidade de identificar conteúdo correto e boas fontes
-Paralisia e incompetência para a análise, diante de tanta informação
-Especialistas de um dia – com fácil acesso, todos nos sentimos especialistas, até em doenças raras, só porque lemos qualquer coisa na internet. Não somos.

Liderança

Como era…
- Funcionários acostumados com o microgerenciamento (monitoramento de detalhes)
- Falta de informação
- Pouco feedback e elogio
- Objetivos obscuros (desde que a função fosse clara)

Como está…
Funcionários querendo:
- um trabalho recompensador
- um claro senso de direção
- espaço para fazer as coisas do seu próprio jeito
- suporte quando necessário
- reconhecimento e elogio

Propósito com Lucro começa a ser uma frase mais comum. Não é Lucro com Marketing de Causa. Estou falando de gente que está nas organizações e realmente tem um propósito que vai além do lucro, sem excluí-lo.

Você pode nem ter percebido algumas dessas mudanças. Mas elas estão acontecendo, na cabeça e coração de pessoas. Pessoas que assumirão cargos de liderança. Se você não for um deles, repense sua forma de enxergar o mundo. Ou se aposente rapidinho!

______________________
Autora: Rosangela Souza, sócia-diretora da Companhia de Idiomas, tradutora-intérprete, Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e aluna do Pós-MBA da FIA. Professora de Estratégia, Técnicas de Comunicação e Gestão de Pessoas na Pós Graduação de ADM/ FGV. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico e indicadores de desempenho para MPMEs. Ela está à disposição para matérias, entrevistas, esclarecimentos de dúvidas ou uma breve conversa.
Fonte: Ecco Press - www.eccopress.com.br
Liderando no futuro Liderando no futuro Reviewed by Empresas S/A on 14:00 Rating: 5

Nenhum comentário: