Nós Indicamos


10 dicas para não cair em golpes na Black Friday


A Black Friday é a nova data queridinha do comércio, também no Brasil e, como não poderia deixar de ser, também dos hackers. Estima-se que 84% dos consumidores online farão alguma compra na data e, no afã de aproveitar ofertas vantajosas, ficam menos vigilantes e mais suscetíveis aos golpes.

Como se sabe, épocas que geram algum tipo de comoção são as preferidas para o aumento do cibercrime. O risco fica ainda maior quando a tentativa de compra em um site comprometido estiver sendo feita utilizando os recursos da empresa. Conclusão: toda a integridade da rede corporativa pode ser afetada por um único clique. “O fato é que, enquanto o usuário procura boas pechinchas, os cibercriminosos buscam novas vítimas. É exatamente nessa época de picos do varejo que os ataques de phishing se proliferam”, garante Wander Menezes, especialista em cybersecurity da Arcon.

Esse tipo de ataque, nos quais os criminosos disfarçam seu programa malicioso com alguma aparência inofensiva, já é trivial na vida dos usuários da internet. “Se em situações normais este problema já faz vítimas em todo o mundo, eventos como a Black Friday tendem a agravar ainda mais a situação”, afirma Menezes.

Para evitar dor de cabeça, o especialista da Arcon elenca 10 dicas para os compradores online não caírem em golpes:

1. Patches de segurança e atualizações dos navegadores
Manter seus navegadores e aplicações atualizados pode diminuir o risco de vulnerabilidades a serem exploradas.

2. Sites de compras favoritos
Não utilize mecanismos de busca na hora de procurar boas ofertas. Procure em sites já conhecidos nos quais confie. Esse cuidado pode reduzir as chances de parar em um site falso.

3. Verifique os hyperlinks
Para verificar a legitimidade de uma URL, passe seu cursor sobre o link antes de clicar nele.

4. Emails falsos costumam “dedurar” as más intenções
Além da saudação genérica, o endereço de email do usuário pode estar no lugar do nome.

5. Assaltaram a gramática!
Emails legítimos não costumam ter erros gritantes de ortografia.

6. E-mails mal formatados
Logomarcas e layouts errados, cores estranhas, imagens deformadas são sinais claros que a mensagem não veio da fonte que diz vir.

7. Vá com calma!
Algumas mensagens possuem tom de urgência, principalmente alegando que o estoque está acabando, a fim de que o usuário informe todos seus dados ou clique em algum link. Avalie bem antes de tomar qualquer decisão.

8. Pedido criptografado
Hackers exploraram vulnerabilidades para obter informações pessoais. Por isso, realize suas compras apenas em sites que usam formas de pagamento criptografadas.

9. Confira a lista de sites brasileiros hackeados
Alguns sites legítimos que utilizam uma versão antiga do Magneto, plataforma para lojas online, foram hackeados e, quando o internauta digita informações pessoais e de pagamento, os mesmos são enviados para um site externo controlado pelo invasor. Confira a lista antes de fazer suas compras.

10. Conecte-se a uma rede segura 
Evite usar um Wi-Fi público, principalmente quando precisar inserir informações pessoais.

E, claro, desconfie de ofertas boas demais. O entusiasmo e o caos das compras online podem deixar os compradores vulneráveis a vários golpes online. “Além de seguir as dicas de segurança acima, é necessário manter os sistemas operacionais e software de segurança sempre atualizados”, conclui Menezes.


Você já conhece a Sala de Imprensa da Arcon?
A Arcon disponibiliza especialmente para você, jornalista, um espaço com conteúdos sobre segurança voltados para os profissionais da área de Tecnologia da Informação e CIOs. Nosso objetivo é auxiliá-lo na produção de suas matérias que abordam este tema. Assim, neste canal você pode aproveitar um material já disponível, solicitar uma fonte ou até mesmo conteúdo para uma matéria exclusiva. Prezamos pela agilidade neste processo, pois reconhecemos a sua necessidade e rotina.
Além dos jornalistas especializados, nossa intenção é contribuir com todos que buscam ampliar seus conhecimentos sobre esse universo.Aproveite e sinta-se à vontade para enviar sugestões e solicitações.www.arcon.com.br/sala-de-imprensa

Sobre a Arcon
Atuando no mercado nacional desde 1995, a Arcon é especializada em cibersegurança com foco em serviços gerenciados de segurança (MSS – Managed Security Services). Com um completo portfólio e sólidas parcerias com os principais fabricantes do mundo, a empresa monitora e gerencia ambientes, mitiga os riscos e previne incidentes em empresas de grande porte. A partir de seus SOCs, a Arcon processa 2+ bilhões de eventos por dia, protege mais de 600.000 ativos e possui inteligência de segurança única na América Latina.
É a única empresa de serviços gerenciados de segurança no ranking Exame PME 2015 das empresas que mais crescem no Brasil. Nos últimos anos, firmou-se como líder no mercado brasileiro de MSS, tendo conquistado, o primeiro lugar em MSS no ranking Anuário Outsourcing por 4 anos consecutivos.
Em 2016 passou a integrar o grupo NEC, um dos maiores provedores globais de soluções integradas de TI e Comunicação.

__________________________
Fonte: BrainStory Comunicação - www.brainstory.com.br
10 dicas para não cair em golpes na Black Friday 10 dicas para não cair em golpes na Black Friday Reviewed by Empresas S/A on 15:26 Rating: 5

Nenhum comentário: