Nós Indicamos


Empresas de recuperação de ativos se destacam no mercado


Milhões de pessoas em todo o país perderam o contato com administradores de créditos, bens e valores, pois nas últimas décadas, passamos por diversas transformações. As elevadas taxas de inflação, inúmeros planos econômicos, complexidade da legislação brasileira e a reformulação do sistema bancário, com dezenas de incorporações, cisões e fusões societárias, fizeram com que muitos dados sobre pessoas físicas e jurídicas endividadas, ficassem esquecidos por informações cadastrais desatualizadas.

A Serasa Experian acaba de divulgar uma pesquisa sobre o aumento da inflação em abril, o qual estourou o teto da meta (6,51%). No último mês, a inadimplência do consumidor registrou alta de 1,5% frente a março. Na comparação anual, a inadimplência do consumidor registrou em abril alta de 17,3%, a décima segunda elevação consecutiva. As dívidas não bancárias (cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica e água) e as bancárias representaram juntas quase 87% do total da inadimplência. Segundo os economistas da Serasa Experian, "a crescente evolução da inflação reduz o poder de compra do consumidor e aumenta o endividamento da população, com isso, a inadimplência progride". Com tantos endividados o comércio, operadoras de telefonia, operadoras de cartões de crédito e bancos estão perdendo ativos (dinheiro) e com isso, empresas de recuperação de ativos/crédito estão ganhando destaque no mercado nacional.

Após a crise econômica de 2009 abriu-se um novo nicho de mercado. Empresas que começaram pequenas como, por exemplo, a Atn Capital que só tinha cinco funcionários e hoje tem 300, cresceram muito, sobretudo, devido ao número de endividados, bem como pelo aumento de lojas abertas no comércio varejista. Outro fator que facilita o consumo e fideliza no varejo é o private label, cartão de marca própria, mas que faz com que a população, que não tem educação financeira, se enrole com tantas facilidade de compra.

A Atn Capital e a Cobrart Gestão de Ativos fazem um trabalho de busca, localização e orientação aos credores sobre quais providências são necessárias para a recuperação de ativos. Após as buscas pelas atualizações cadastrais amparada pela carteira de devedores fornecidos pela empresas que têm dinheiro a receber na praça, tanto a Atn quando a Cobrart localizam os devedores e iniciam o processo de cobrança via call center e toda negociação é gravada para a lisura do processo de cobrança).

Para essa matéria é possível fazer imagens de pessoas com sacolas de compras nas ruas e do movimento nas lojas. Depois, seria interessante mostrar o call Center na Atn Capital onde acontecem as cobranças aos devedores. Na sequência, pode ser feita uma entrevista com o Omar Malheiro falando sobre a ideia de montar uma empresa de cobrança e como isso tem sido sucesso. O Dr. Felizardo Barroso pode complementar a matéria dando entrevista dentro da empresa ensinando o consumidor a ter educação financeira e falando sobre a atuação dele no mercado.

Serviço:
Atn Capital – Largo São Francisco de Paula, 42 - 8º e 9º andares, Centro – Rio de Janeiro/RJ - CEP: 20.051-070 – Tel.: (21) 3212-3767 Site: www.atncapital.com.br
Cobrart - Gestão de Ativos – Av. Rio Branco, 147, 20º andar – Centro - Rio de Janeiro/RJ – CEP 20040-006 – Tel.: (21) 2157-0773. Funcionamento: segunda a sexta de 9h às 18h. www.cobrart.com


Matéria enviada por:
Empresas de recuperação de ativos se destacam no mercado Empresas de recuperação de ativos se destacam no mercado Reviewed by Empresas S/A on 09:20 Rating: 5

Um comentário:

  1. Acredito que, com a crise financeira sem precedente que assola o país, essa área de recuperação de ativos, é, sem dúvida a bola da vez!

    ResponderExcluir