Nós Indicamos


A importância das mídias sociais no B2B





O termo B2B (do inglês business to business) é usado para troca de informações, compra e venda de produtos e de serviços entre empresas através da internet, incluindo-se aqui, portanto, as mídias sociais. Neste ambiente de negócios, ao invés de conversar com o típico comprador final (um consumidor de cosméticos ou refrigerantes, por exemplo), a empresa se relaciona virtualmente com outra empresa, e ambas então desenvolvem negócios essenciais para o desenvolvimento de suas atividades, quer uma para a outra, quer para o desenvolvimento conjunto de produtos visando outros consumidores.

Com relação às mídias sociais, uma dúvida persiste dentro do B2B: se "estar" nestas mídias representa uma incógnita para a maioria das empresas - e para as pequenas esta dúvida é ainda maior - quando elas são voltadas a oferecer serviços exclusivamente a outras, será que ter uma página no Facebook, por exemplo, seria capaz de lhe trazer resultados?

Em pesquisas que realizo semanalmente, tenho observado inúmeros erros quando uma empresa divulga suas atividades B2B na internet, e nestes casos acredito que a primeira pergunta que o empresário que atua neste meio deveria se fazer é: "como devo usar corretamente as mídias sociais para gerar negócios para minha empresa?".

Este questionamento é fundamental, pois uma comunicação confusa e mal direcionada nestes meios, não apenas não provoca o resultado esperado, mas, principalmente, pode não transmitir o objeto e os produtos de seu negócio com a linguagem, metodologia e, talvez, sequer com a seriedade necessária.

A pequena empresa normalmente não reserva uma verba mensal para investir em divulgação especializada, menos ainda quando se trata de mídias sociais. O pequeno empresário acredita que ele próprio pode publicar alguns posts por semana ou designar um funcionário de qualquer área para divulgar notícias em suas páginas online. Sendo assim, é comum observar "fan pages" sem identidade, que não comunicam qual é o negócio da empresa e que repetem continuamente a mesma mensagem, muitas vezes até a mesma imagem. O erro mais frequente, porém, é o empresário usar o perfil da empresa para uso pessoal, como fotos familiares, vídeos de sua preferência, mensagens religiosas, etc.

Trabalhar as mídias sociais para "vender o peixe" exige profissional especializado, ou, no mínimo, bem treinado, como qualquer outro departamento da empresa, próprio ou terceirizado. Mesmo pequenos escritórios de advocacia, consultorias, corretoras, clínicas e outros devem usar as redes para comunicar-se, relacionar-se e, sobretudo, para atrair e concretizar negócios.

Se, por um lado, confundir a rede social da empresa com a rede pessoal do empresário não deve acontecer, por outro, um empreendedor que trabalha bem o nome de sua empresa separadamente de suas opiniões pessoais gera confiança e agrega clareza e qualidade a seus negócios, e por consequência, aumenta as suas chances de conquistar novos clientes.

Aliás, uma pesquisa realizada pela consultoria americana BrandFog, especializada em mídias sociais, concluiu que uma empresa cujo dono participa de mídias sociais gera mais confiança a potenciais novos clientes. Trazendo esta constatação ao B2B, mostra-se ainda mais importante que as empresas divulguem bem seus negócios, cuidando, entretanto, para que sua imagem não se confunda com as opiniões de seus donos, mas que ambas (a imagem da empresa e a imagem do dono) coexistam de forma separada e, ao mesmo tempo, harmoniosa.

Dessa forma, a conclusão a qual chegamos é que a internet, seja para B2C (business to customer) como também para o B2B, é a mídia mais democrática e ao alcance de qualquer empresa - e tem apresentado uma importância cada vez maior para o desenvolvimento dos negócios atuais, independente do tamanho da empresa. Para tanto, e em se tratando de mídias sociais, a empresa deverá desenvolver sua comunicação com objetividade e com o apoio de um profissional especializado, garantindo-se, assim, a sobrevivência e crescimento de seus negócios no ambiente da internet.

______________________
Acácia Lima é jornalista e diretora da YellowA, agência especializada em mídias sociais.YellowA:
www.yellowa.com.br
Fonte: www.informamidia.com.br
A importância das mídias sociais no B2B A importância das mídias sociais no B2B Reviewed by Empresas S/A on 20:42 Rating: 5

Nenhum comentário: