Nós Indicamos


Congresso de Supply Chain bate recorde de congressistas em 2013


A Maratona de Supply Chain estreou a 9ª edição em grande estilo, considerado o maior evento do segmento na América Latina, o congresso bateu recorde em 2013. Recebeu mais de 500 profissionais líderes da área, além de atrações e cases internacionais. O fórum realizado no Cenesp (Centro Empresarial de São Paulo) é organizado todos os anos pelo Inbrasc (Instituto Brasileiro de Supply Chain).

Dentre as atrações mais esperadas estavam dois nomes internacionais. A Maratona recebeu Frank Wilhelm, que faz parte do conselho consultivo da Michigan State University’s College of Supply Chain Management e Ted Bujewski, que foi Chefe da Base Industrial e Gestão da Cadeia de Abastecimento (IB / SCM), para a exploração humana e da Direção de Missões e Operações (HEOMD) da NASA.

Durante a palestra, Frank Wilhelm, falou sobre o gerenciamento da cadeia de suprimentos e explicou um pouco sobre o processo Six Sigma. Além disso, esclareceu como medir as métricas de estatística e a porcentagem de demora. Wilhem ressaltou ainda a importância em inovar. Segundo ele, a empresa que possuiu seus processos financeiros sólidos se sustentam por mais tempo.“A classificação de fornecedores motiva os fornecedores”, afirmou.

Este é um conceito muito poderoso, pois incentiva a melhora dos fornecedores em todos os aspectos. Já no case apresentado por Bujewski, o profissional explicou os métodos utilizados para identificar fornecedores críticos, além de salientar os desafios logísticos de uma operação ao lidar com o Global Sourcing.

Outros nomes importantes da área compuseram a lista de cases apresentados. Além dos já citados, o congresso recebeu cases de empresas como Suzano, Rhodia, Tractebel Energia, Vonpar, Cummins, Odebrecht entre outros.

Painéis de debate

Os painéis de debate trouxeram movimento e sinergia ao congresso. Os congressistas puderam interagir de forma direta tirando dúvidas e expondo suas opiniões. Ao todo foram 4 debates. Dentre os temas abordados estão a redução de custos como prioridade no supply chain, gestão de riscos e global sourcing na cadeia de suprimentos, benchmarking de indicadores e desafios da logística no Brasil.

Henrique Gasperoni, diretor do Inbrasc, mediou um dos debates e ressaltou a importância destes painéis “é importante este tipo de interação. Nestas discussões além de serem trocadas experiências, oferecemos espaços para que os congressistas participem tirando dúvidas e expondo suas opiniões”, disse.

Além disso, estas ações inserem e atualizam os profissionais de acordo com a realidade dentro das companhias. O painel mediado pelo professor Cassio Ricci do Inbrasc é exemplo disso, mostrou que nem sempre a redução de custos é prioridade nas empresas. De acordo com Demerval Martins, diretor de Compras da Net o saving compõe o quadro de indicadores, entretanto não é o único. “É necessário ter um saving. E dentro da composição de saving tem a redução de custos. Porém, este item é colocado com peso igual aos dos outros indicadores”, afirmou.

Sérgio Belisário de Andrade, diretor de Operações e Supply Chain da América Latina da Arysta LifeScience explicou que o saving em custo de aquisição é considerado um KPI chave, o que muda é o peso que é dado a esse KPI dependendo da situação regulatória. “Na Indústria de Agroquímicos, nós estamos casados com alguns fornecedores por questão de registro de produtos e isso nos limita muito o potencial de criar savings na cadeia”.

Os participantes que assistiram aos debates saíram satisfeitos com os conteúdos debatidos. Felipe José coordenador de Logística na Samarco Mineração ressaltou a relevância dos temas discutidos nos painéis e em todas as apresentações do evento. Segundo ele, está é a primeira vez que participa do congresso “o mais interessante é que quase todos os cases, as palestras e os debates refletem a realidade da companhia onde eu trabalho isso contribui muito para ações dentro da empresa”.

A gerente de suprimentos da Locamerica, Ane acredita que o evento é uma grande oportunidade de conhecimento e networking. “Aqui temos a chance de conhecer profissionais de outras empresas e de diversos segmentos, além de haver um trocar significativa sobre a prática de gestão de fornecedores”.

Inbrasc

A cada ano as expectativas são superadas positivamente. O objetivo do Inbrasc é principalmente colaborar para o crescimento profissional dos executivos da área de supply chain agregando conhecimento e network.

_______________________________
Fonte: Assessoria de Imprensa - Inbrasc - Instituto Brasileiro de Supply Chain inbrasc.org.br
Congresso de Supply Chain bate recorde de congressistas em 2013 Congresso de Supply Chain bate recorde de congressistas em 2013 Reviewed by Empresas S/A on 07:30 Rating: 5

Nenhum comentário: