Nós Indicamos


Acostume-se, é só o futuro que chegou


Certamente, grande parte dos diretores ou gerentes de empresas possuem medidas de desempenho para vendas: quanto foi vendido na semana, no mês passado, no último trimestre. Mas poucos conseguem saber quanto não foi vendido no período por falta de melhores condições técnicas ou financeiras. Ou quais vendas poderiam ser fechadas caso o vendedor tivesse mais informações sobre o produto, cliente e seu histórico comercial. Se pudesse tomar decisões como oferecer desconto ou consultar um banco de dados sobre algum detalhe ou funcionalidade do produto diante do cliente potencial.

Pense o quanto seria desgastante dizer ao mesmo cliente que irá “enviar as informações assim que ele chegar ao escritório”, ou “mandar o link do vídeo de um produto para ver depois" ou "deixe-me verificar o preço e amanhã eu respondo" quando poderia fazer tudo isso em tempo real.

Uma das formas para aumentar a produtividade dos negócios - que representa um grande desafio a todas empresas - é fazer com que a força de vendas tenha maior eficácia e agilidade nos contatos com o cliente. Como agravante, o uso pessoal da tecnologia evolui mais rápido do que no mundo dos negócios. Conseqüentemente, é o usuário que exige imediatismo e novas soluções no acesso à informação, um fenômeno conhecido como "consumerização de TI".

Entre as alternativas já existentes para aumentar vendas destaca-se a nova ferramenta, denominada Sales Navigation Tiles, que tira partido das tecnologias móveis, computação em nuvem e redes sociais, desenvolvida para rodar os principais sistemas operacionais móveis (iOS, Android) ou HTML5. Permite, portanto, o uso de qualquer dispositivo - celulares e tablets móvel -, compatível com os modelos mais utilizados e tecnologias atuais, sem que a empresa precise investir em novos softwares e hardwares. Consegue, assim, colocar nas mãos da força de vendas uma arma mais poderosa para melhorar a experiência de compra do usuário e fornecer a flexibilidade essencial para a negociação em um contextos de informação dinâmica.

Utiliza os materiais armazenados nos sistemas de gerenciamento de conteúdo, para acessar manuais, vídeos de produtos, atualizações de informações do cliente e as informações fornecidas pelo CRM, para gerar o histórico do cliente, detalhes do produto, créditos, etc.A ferramenta integra as soluções de programaçao, compliance e capacitação. Permite que o dispositivo móvel funcione como uma ferramenta de treinamento e de controle sobre o conteúdo visualizado e os resultados das avaliações feitas pelo usuário.

Mais: considera a interação entre os usuários (vendedores), painel de instrumentos, e comunicações unificadas, de forma a poder integrar comunicação IP, serviços de mensagens instantâneas, intranet ou rede social colaborativa interna que a empresa usa normalmente, acessível diretamente a partir do dispositivo móvel, para alavancar as capacidades de voz, vídeo e mensagens específicas para esses dispositivos.

A funcionalidade de geolocalização, em áreas da saúde (LifeSciences/ Healthcare), por exemplo, é empregada para rastrear as pessoas, insumos ou equipes críticas envolvidas em uma cirurgia (como o instrumental que acompanha uma prótese em ortopedia). Isto permite a atualização em tempo real dos dispositivos móveis pessoais dos profissionais diante de um possível reagendamento da cirurgia devido à falta de algum insumo crítico. Os cancelamentos ou adiamentos de cirurgias - em decorrência da falta de algum recurso crítico – são normais neste segmento. Desta forma, é possível antecipar, evitar o traslado de profissionais e reduzir a incerteza do paciente.

O uso da câmera serve para a leitura de códigos de barra do produto. Isto é muito útil para o controle e monitoramento de mercadorias em consignação. Por exemplo, no caso de um produto farmacêutico com data de validade próxima de expiração, o vendedor pode decidir quais retirar da prateleira ou estimular a venda para uso imediato. Também é útil para informar o vendedor sobre quais produtos estão com estoques elevados ou reduzidos e, assim, determinar a melhor política de preços. A câmara pode também ser utilizada para aplicações de realidade aumentada para mostrar, por exemplo, a utilização de um produto visualmente mais atraente ao consumidor.

A ferramenta pode funcionar como um canal de comunicação com os clientes e comunidades. Por exemplo, os médicos oncologistas podem discutir, consultar e falar sobre sua experiência com o produto.

Acostumem-se, é só o futuro que chegou às empresas.

______________________
Autor: Ariel Capone é vice-presidente do Grupo ASSA

Sobre o Grupo ASSA

O Grupo ASSA é a companhia latino-americana líder em Digital Business Transformation (DBT), que trabalha junto a empresas líderes mundiais e da América Latina para ajudá-las a alcançar suas aspirações de negócios regionais e globais. A cultura empresarial e a abordagem diferenciada do Grupo ASSA promovem a atração de talentos nas principais cidades da América Latina.

Nosso enfoque de DBT muda não apenas a tecnologia, mas, também, a companhia e as pessoas que a utilizam, gerando valor mensurável para as empresas. Nosso modelo de gestão do “Ciclo de Vida Completo” de Transformação garante que cada detalhe seja contemplado.

O Grupo ASSA é parceiro regional da SAP e da Oracle, e é reconhecido como especialista na prática de Oracle-JDEdwards a nível mundial. Atualmente, a companhia está expandindo sua parceria com a Microsoft na América Latina, e ao mesmo tempo incorporando novos parceiros em tecnologias digitais, como o Jive e Saleforce.com, entre outros.

Seus 20 anos de experiência geraram profundo conhecimento e experiência comprovada em projetos bem sucedidos em 5 mercados verticais: Varejo; Bens de Consumo e Manufatura; Recursos Naturais e Energia; Bancos e Serviços Financeiros; e Farma e Serviços médicos.

Fundada em 1992, a companhia conta, atualmente, com mais de 1.400 consultores e oito escritórios distribuídos na Argentina, Brasil, Chile, México e Estados Unidos, atendendo operações de clientes em mais de 30 países.

Fonte: CNC | Consultoria Nacional de Comunicação
Acostume-se, é só o futuro que chegou Acostume-se, é só o futuro que chegou Reviewed by Empresas S/A on 09:19 Rating: 5

Nenhum comentário: