Nós Indicamos


Franquias: conheça a importância do capital de giro


Quando um empreendedor de primeira viagem escolhe abrir uma franquia, ele se depara com uma lista de custos iniciais como os de aquisição, royalties, taxa de publicidade, etc. O problema é que muitos acabam pensando que esses são todos os custos necessários para abrir o novo negócio, mas não é bem assim que funciona. Além das taxas citadas também temos um valor de grande importância durante todo o funcionamento da sua franquia, o capital de giro.

O capital de giro representa o fluxo de dinheiro necessário para cobrir os gastos do dia a dia de uma empresa. Por exemplo, para manter um restaurante funcionando, é preciso separar uma certa quantia para pagar o salário dos funcionários, o aluguel das máquinas de passar cartões de crédito e de débito, a reposição dos alimentos no estoque, entre outras despesas. Em resumo, trata-se do valor que a empresa tem para custear e manter suas despesas operacionais do dia a dia, sejam elas fixas ou gastos necessários para a produção, comercialização ou prestação de serviço.

Confira duas dicas essenciais para refazer as suas contas e incluir esse valor no seu planejamento:

Monte uma planilha - conhecendo a importância do capital de giro, o futuro franqueado deve acrescentar essas despesas em sua planilha de planejamento antes de adquirir a franquia. Além do investimento inicial e do capital de giro, não se esqueça de incluir a taxa de franquia e os royalties. Algumas marcas ainda cobram uma taxa de publicidade.

É preciso estar atento, também, ao fato que os negócios costumam iniciar meio devagar. Nesse caso, já tenha separado uns dois ou três meses de capital de giro para que a situação financeira da empresa não vire uma grande bola de neve – e você já comece devendo.

Portanto, não se precipite e seja cauteloso ao abrir a franquia. A vontade de mudar de vida profissional, passando de funcionário para dono do próprio negócio, não pode atrapalhar nesse momento. Depois que você fez as contas e viu que é necessário juntar um pouco mais de dinheiro, vale a pena esperar um pouco mais para concretizar o seu sonho com mais segurança.

Tenha cuidado com empréstimos - para os empresários que se precipitaram e não calcularam bem suas situações financeiras, bancos públicos e privados oferecem linhas de crédito para capital de giro. Só que empréstimos precisam ser pagos, então, é uma opção que precisa também de bastante planejamento para que o financiamento não seja um problema no futuro por conta dos juros.

Assim, para melhor administrar seu capital de giro é necessário avaliar a saúde financeira do seu negócio como um todo, desde o momento da implantação até em sua manutenção. Se suas finanças não estiverem em dia, refaça a equação até que consiga garantir o funcionamento sustentável da sua empresa.

______________________
 
Fonte: Germano Leardi Neto é diretor de relações institucionais da franqueadora imobiliária Paulo Roberto Leardi. Sobre a Paulo Roberto Leardi: www.leardi.com.br / (11) 3284 7000
O Brasil é um dos países mais rentáveis do mundo em negócios imobiliários. Prova disso são os quase 100 anos de tradição da Paulo Roberto Leardi, que iniciou o sistema de franquia em 2012. A expectativa da empresa é atingir a marca de 500 unidades em cinco anos. O franqueado conta com todo o apoio de quem conhece o segmento há quase um século. A franquia custa em torno de R$ 110 mil.
Fonte e foto: InformaMídia Comunicação - www.informamidia.com.br
Franquias: conheça a importância do capital de giro Franquias: conheça a importância do capital de giro Reviewed by Empresas S/A on 06:00 Rating: 5

Nenhum comentário: