Nós Indicamos


Comércio eletrônico pode ser o caminho para empreendedores


Para aproveitar o “boom” da internet para e-commerce é necessário aprender como montar.

O comércio eletrônico no Brasil vem seguindo um caminho de expansão e crescimento. Dezesseis anos depois de ser propagado e uma década após a bolha da web de 2001, o e-commerce cresceu seis vezes e corresponde agora a 2% de total de vendas de todo o comércio varejista.

As definições e nomenclaturas para esse tipo de comércio são muitas, como E-Commerce, Loja Virtual ou Comércio Eletrônico. Porém a dúvida mais frequentes para quem pretende abrir o negócio é: como e por onde devo começar para ter um?

Para empreender no segmento é necessário um aprendizado sobre as ferramentas de trabalho, porém, pra descomplicar, muitos empresários estão optando pela terceirização de processos para o desenvolvimento do negócio, permitindo ao empreendedor focar a atividade de venda.

Existem algumas opções que podem ser procuradas:

· Sistema gratuito à disposição na web;

· Software gratuito de algum hosting;

· Escolher uma delas e procurar alguém para desenvolver uma criação digital para ter um design diferenciado, se for possível escapar de templates destas opções, pois assim terá algo mais com a cara da sua empresa;

· Juntar as alternativas acima e contratar uma empresa especializada em sistemas na internet a fim de desenvolver funcionalidades específicas;

· Alugar um sistema de e-commerce de uma empresa que já tenha soluções desenvolvidas, com um valor fixo mensal, mais acréscimos por visitação, venda, etc;

· Buscar uma agência especializada em criação digital e outra de soluções de internet para obter uma ferramenta própria;

· Contratar uma agência especializada para desenvolver uma solução completa de criação, sistemas e tudo o que precisa no ambiente web com todas as integrações que precisa com sistemas legados.

· Desenvolver uma estratégia de divulgação, através de empresas complementares ou uma única empresa que reúna todas as alternativas.

Qual caminho seguir? O ideal é identificar históricos de sucesso, cases e clientes da empresa a ser contratada para cada passo ou, se preferir, poderá reunir tudo em um único lugar.

Entre os itens dos mais importantes, se possível ter uma cópia do código-fonte e ter liberdade de escolha sobre a hospedagem.

______________________

Autor: Valdiney Victor Viçossi, presidente e CEO da Agência VM2
Sobre a VM2: A VM2 foi fundada em 2000, e desde início trabalha com diversas frentes da web, passando por Criação Digital, Desenvolvimento de Sistemas, Planejamento Digital e Usabilidade. Hoje a Agência Digital é completa e possui inúmeros clientes de diversos segmentos como MAPFRE Seguros, Bridgestone, Heliar, Johnson Controls, Mercedes-Benz, Ajinomoto, BRASKEM, Grupo Affinia, Bic do Brasil, Unimed Campinas, Brother, KPMG, Politec Saúde, ABIMAQ, MWM, Albeflex, SECOVI, Estrada, Gertec, Marabraz, Yamaha, Ticket 360, Editora Gente, Banco Pine, Hospital Beneficência Portuguesa, Galderma, Hospital Nove de Julho, LEF/ Via Rosa, Descontos Mil, Sonda Supermercados, Editora Atlas, Brasanitas, Scopel, CBT – Confederação Brasileira de Tênis, Hospital Santa Paula, Sigvaris do Brasil, SalomãoZoppi, Pró Descart – Tena, Eaton, entre outros. Mais informações, acesse www.vm2.com.br
Fonte: es.ti.lo press -  www.estilopress.com.br
Comércio eletrônico pode ser o caminho para empreendedores Comércio eletrônico pode ser o caminho para empreendedores Reviewed by Empresas S/A on 09:50 Rating: 5

Nenhum comentário: